Diego Fonseca (PSDB) / 2017-2020

Nome completo: Diego Fonseca Nascimento
Partido: PSDB
Status: Em seu segundo terceiro mandato consecutivo na Câmara. Na eleição de 2016, recebeu 3.526 votos.
Cargo na mesa diretora: Não participa
Participação em Comissões Permanentes: Obras, Serviços Públicos, Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente; Saúde, Trabalho, Seguridade Social e Servidor Público (suplente)
Data de nascimento: 25/08/1980
Grau de instrução: Médio completo
Profissão: Comerciante
E-mail: vrdiegofonseca@gmail.com
Telefone do gabinete: 3625-9514 / 3625-9530
Aliança na eleição para prefeito/2016:
Ortiz Junior (PSDB)
Mandato anterior:
clique aqui para saber como ele votou entre 2013 e 2016.


2017
– Votou em DIEGO FONSECA na eleição para a presidência da Câmara, mandato 2017-2018.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto que alterou as regras do aporte bilionário para socorrer o IPMT.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto que autorizou o município a abrir uma concorrência para contratar uma empresa para os serviços de água e esgoto.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto que proibiu o tráfego de veículos de tração animal na zona urbana e nas áreas de expansão urbana.
– Votou A FAVOR do projeto para doação de uma área de 20 mil m² no distrito industrial do Piracangaguá 2 à empresa Valle Sul.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto que autoriza o município a usar recursos oriundos do ICMS para pagar dívidas com a Sabesp.
– Votou pela APROVAÇÃO das contas de 2013 de Ortiz Junior.
– Votou pela APROVAÇÃO das contas de 2014 de Ortiz Junior.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto para reajustar em 8% o salário dos servidores da prefeitura, entre eles o prefeito Ortiz Junior e os secretários municipais.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto para reajustar em 4,08% o salário dos próprios vereadores.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto para conceder anistia de multas e juros para devedores da prefeitura.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto para permitir terceirizações na Saúde e na Educação por meio de Organizações Sociais.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto de revisão do Plano Diretor.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) de 2018.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto com erro de redação que acabou por deixar 237 ruas, avenidas e praças de Taubaté sem nome. Mas Diego Fonseca foi o autor do texto.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto que proíbe novos ambulantes em Taubaté.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto com erro de redação que previa proibir produção e comércio de foie gras em Taubaté, mas que citava São Paulo no texto.
– Votou A FAVOR do projeto do PPA 2018-2021.


2018
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação à manobra de Ortiz para recriar cargos declarados inconstitucionais pelo Tribunal de Justiça.
– Se declarou publicamente CONTRA a divulgação dos relatórios de viagens oficiais no Portal da Transparência da Câmara.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto que libera a realizaçao de feiras agropecuárias e leilões de gado em Taubaté.
PARTICIPOU da manobra para tirar da oposição o comando da CPI do Transporte.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto que obrigaria prefeitura a divulgar em seu site o cronograma mensal de atividades, obras e serviços das secretarias municipais.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao relatório final da CPI da Labclim, que isentou governo Ortiz e culpou empresa por problemas.
ASSINOU o requerimento de abertura da CPI para apurar o ‘aumento’ de enchentes em Taubaté.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto que alterou a lei das OS’s, para ampliar o número de entidades interessadas em atuar no Hospital Universitário.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação à concessão da Comenda Jacques Félix ao ex-prefeito José Bernardo Ortiz (PSDB).
– Esteve AUSENTE na votação do projeto que reduziria em 75% concessão de títulos de cidadania taubateana.
– Como presidente, NÃO VOTOU no processo de nomeação de Nara Fortes como nova reitora da Unitau.
– Como presidente, NÃO VOTOU em relação ao projeto da LDO de 2019, que havia recebido parecer contrário da Comissão de Finanças da Câmara.
– Devido a sua candidatura a deputado, estava LICENCIADO da Câmara na votação do projeto que retirou de parte dos idosos de 60 a 64 anos a gratuidade no transporte público.
– Votou em BOBI na eleição para a presidência da Câmara, mandato 2019-2020.
– Como presidente da Câmara, NÃO VOTOU em relação ao projeto da LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2019.


Bens declarados na eleição de 2012
Quotas de capital – Panificadora e Confeitaria Fonseca e Nascimento – R$7.500,00
Depósito Bancário – Saldo em C/C em 31/12/2011 – R$7.329,00
VGBL – Saldo prêmio acumulado VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) – R$1.033,13
Veículo – Ford Fiesta – R$7.000,00
Terreno – R$18.000,00
TOTAL: R$40.862,13

Bens declarados na eleição de 2016
VGBL – Saldo prêmio acumulado VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) – R$1.033,13
Veículo – Fox Preto – R$32.500,00
Terreno no Portal da Mantiqueira – R$316.495,76
TOTAL: R$350.028,89


PROCESSOS POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA
Processo 1015213-75.2015.8.26.0625
Foi denunciado por enriquecimento ilícito por utilizar um assessor de gabinete como advogado em dois processos.


FARRA DAS VIAGENS

O vereador é um dos 14 parlamentares envolvidos no escândalo da Farra das Viagens, revelado pela Gazeta em julho de 2018. Para conferir as reportagens feitas a respeito do caso, clique aqui. Para ver as notas fiscais irregulares apresentas pelo vereador, clique aqui.

Segundo levantamento da reportagem, Diego Fonseca apresentou ao menos 11 notas com irregularidade, somando R$ 908,31.